Depoimento de Lucia Moreira

Postado | 0 comentários

Comecei a deixar de comer carne por pena dos animais há 31 anos atrás, não suportei me colocar no lugar deles sendo massacrados. Devagar larguei de tudo, hoje nem leite e nem queijo. Aqui em casa somos 12 irmãos, em saúde dou de 10 a 0 neles, e diziam que eu ficaria doente, até pensei que ficaria mesmo, mas minha alma doía só de pensar em comer os pobrezinhos. Graças a DEUS, venci, hoje digo que foi a melhor coisa que fiz, hoje sou ativista, quero a libertação animal! bjsss, adoro vcs!

Leia Mais

Depoimento de Guto André

Postado | 2 comentários

Quando criança sempre me perguntei sobre o mundo e sobre a origem de tudo que há nele, portanto, quando descobri as verdades sobre a carne comecei a ter nojo dela, isso por volta dos 10 anos, porém, sob influência de uma cultura gaúcha baseada no churrasco, continuei a me alimentar de defuntos animais, até que com 14 anos um fotógrafo do meu colégio me deu um CD corrente com vários documentários sobre a industria da morte e sobre as ameaças que o planeta passa. Neste momento comecei a levar mais a serio a situação, mas foi somente aos 16 anos que decidi não comer mais carnes terrestres, continuando a me alimentar de peixes na forma de sushi esporadicamente. Com o tempo a frequência de vezes com que me alimentei com peixes foi diminuindo, e hoje com 21 anos fazem 2 anos que não como nenhum tipo de carne. Atualmente sigo uma dieta baseado em nutraceuticos, alimentos vivos. Quem quiser conhecer mais sobre o assunto tem um livro de um grande...

Leia Mais

Depoimento de Paula Joining

Postado | 0 comentários

Eu sempre tive uma tendência a não comer carne. Sentia nojo de imaginar que ali tinha algo morto. Mas a consciência veio depois de muito tempo. Quando realmente resolvi pensar e e refletir sobre a minha vaidade e ignorância. Entendi que eu contribuía com a morte de animais sem a menor chance de se defender. Percebi a minha covardia. Graças a Deus essa nuvem saiu dos meus olhos e posso viver em paz com a minha consciência. Sou muito leve espiritualmente e feliz por não contribuir com a morte de animais.

Leia Mais

Depoimento de Elizangela Souza Santos

Postado | 1 comentário

Pelo que tenho lido aqui em baixo, sou uma novata nesse mundo, comecei minha nova vida há 1 ano. Simplesmente porque não suportava mais. A vontade de ser vegetariana vem desde pequena quando num almoço em família foi servido um porco inteiro, Deus Pai, como eu senti nojo daquela situação. Mas só depois de poder me sustentar pude me colocar, já que o tradicionalismo na minha família é algo muito rude. Nunca assisti nenhum vídeo de assassinato de animais, não tive coragem até hoje, simplesmente virei um dia para o Sol e me perguntei o porquê de comer animais se existem tantos meios – inclusive mais saudáveis. Então exclui do meu almoço aquela realidade, fiquei fraca alguns dias por pura ignorância e preguiça de não pesquisar os nutrientes necessários pra substituição, algo MUITO importante, mas hoje a saúde melhorou, a vontade de viver aumentou. Enfrento muitas criticas dos amigos, piadas e claro que sou assunto na roda de bar, mas gosto, as pessoas acabam pesquisando mais pq não exponho todos os meus argumentos, deixo que tirem suas conclusões, simplesmente falo “É por Amor. Amor a TODOS os seres.” Me sinto, de certa maneira, mais pura, mais forte nos meus ideais e, consequentemente mais feliz....

Leia Mais

Depoimento de Mih Urquieta

Postado | 0 comentários

No mês de Agosto completo 15 anos que me tornei vegetariana.Tudo começou quando li o livro Aprendendo A Respeitar A Vida de Hildegar Bromberg,logo me dispertou grande interesse sobre o assunto.Houve uma época não virtualizada,em que o Evento Verdurada eram distribuídos muitos informativos e zines contendo informações sobre veganismo,especismo e vivissecção.Não havia muitas opções de produtos vegetarianos ou veganos no mercado na década,foi quando descobri através das receitas,que poderia desgustar muitos pratos e delícias veganas livre de crueldade e de forma muita econômica.Já se vão mais de dez anos, e hoje só tenho a certeza,que me tornar vegetariana,foi uma das melhores escolhas da minha...

Leia Mais

Depoimento de um amigo da Revolução

Postado | 0 comentários

Me tornei vegetariano quando um dia, ao acaso, fui abordado por ativistas na avenida paulista, que há 7 anos organizavam um pequeno movimento sobre difusão dos direitos animais, liderados pelo Fabio Paiva. Foi nesse dia que conheci a Priscila Tessuto e passei a conhecer diversas informações sobre alimentação vegetariana, além de ter contato com a realidade de processos industriais na faculdade com o pessoal de engenharia de alimentos. Em poucos meses, conheci a filosofia vegana, que passou a me tornar um consumidor muito mais crítico. Com o tempo, chegando mais próximo do fim do curso de engenharia química, passei a dar palestras como voluntário a respeito de matérias-primas animais em produtos industrializados e fontes vegetais substitutivas em alimentos / cosméticos. Hoje, vejo o veganismo como uma das fontes primordiais de melhoria do espírito para que minimamente indaguemos à vida alguma forma de felicidade, uma vez que deixamos de agredir ou aceitar o abuso de nossos irmãos...

Leia Mais

Depoimento de Priscila Tessuto

Postado | 0 comentários

As coisas são engraçadas… aos 13 anos parei de comer carne de porco, por um ano, por conta de uma promessa num jogo do Palmeiras! rsrs Antes dos 15 (e de voltar a comer porcos), estudando sobre os povos celtas, li uma comparação sobre a alimentação dos povos, a caça, o preparo, o ritual e a indústria atual. Aquele capitulo me chocou…reli umas três vezes. Dali comecei a procurar a realidade dasindustrias e não consegui mais comer. Até arrisquei um dia que me bateu vontade de comer um bolinho de carne da vó, mas ao morder, senti nervinhos…argh! Voltou o almoço todo e nunca mais! Os peixes foram os últimos.. parei quando descobri o que era e como era preparada carne de kani. NUNCA MAIS!! Depois de anos ovo-lacto conheci o VEDDAS e me tornei ativista e vegana!!! Parabéns pela iniciativa. É mto legal compartilhar e ler estes momentos!...

Leia Mais

Depoimento de Erick Farias

Postado | 0 comentários

Bom, tudo começou com 9 anos quando o meu pai matou uma galinha para o almoço naum tinha noçao daquilo mas foi uma cena q ficou na minha cabeÇa anos mais tarde estava em sitio e mataram um porco para fazer churrasco achei um absurdo eu tinha 12 anos naum comi a carne do porco com 17 anos me tornei vegetariano pelos animais sofri muita intolerancia dentro de casa minha familia meio q naum aceitava e naum aceita ainda com 21 anos me tornei vegano ae a intolerância foi pior ainda. mas ainda estou aqui resistindo e passando a mensagem q eu acredito!!!!

Leia Mais