Jesus era Vegetariano?

“Pois uma criança nascerá para nós, um filho nos será dado e o governo repousará em seus ombros e seu nome sera chamado Maravilhoso Conselheiro, Deus Poderoso, Pai Eterno, Príncipe da Paz.” (Bíblia Sagrada, livro de Isaías).

 

 

Como alguém que viveu para defender o amor por toda a humanidade, incluido animais, há ampla evidência que mostra que Jesus viveu sua vida como um pacifista e vegetariano. A primeira evidência clara de que o Mestre Jesus era um vegetariano é que seus apóstolos viviam da dieta de vegetais. O Padre Eusébio da Igreja escreveu em seu trabalho “Demonstração Evangélica”: “Eles (os apóstolos) abraçaram e preservaram em uma árdua e cansativa vida, com jejum e abstinência de vinho e carne.” E em seu texto “História da Igreja”, o Padre Eusébio escreveu que o apóstolo João “nunca comia carne.”

 

 

O Padre da Igreja Primitiva São Clemente de Alexandria, que também era vegetariano, escreveu sobre o apóstolo Mateus: “É muito melhor ser feliz do que ter seus corpos atuando como cimitérios para os animais.” Assim, o apóstolo Mateus partilhava de sementes, nozes e hortaliças, sem carne.” E no “Clementine Homilies”, de São Clemente, São Pedro é citado como tendo dito: “Vivo de azeitonas e pão ao qual raramente acrescento hortaliças.”

 

 

No evangelho dos Hebreus, que era sagrado para grupos de Cristãos Primitivos tais como os Ebionitas, Jesus Cristo e João Batista são descritos como vegetarianos. Os Ebionitas, bem como os outros grupos de Cristãos Primitivos eram vegetarianos. Os ebionitas aceitavam só o Evangelho de Hebreus como autêntico e criam que este Evangelho era o original Evangelho de Mateus.

 

 

Em sua versão do Evangelho de Hebreus, conhecido como o Evangelho dos Ebionitas, Jesus disse: “Eu vim para abolir os sacrifícios, e se você não pára de sacrificar, a ira de Deus não cessará em você.”

 

 

Segundo o Evangelho dos Ebionistas, o Senhor Jesus também rejeitou a refeição da Páscoa. “Onde quereis que preparemos para comerdes a Páscoa?” Ao que ele respondeu: “Não tenho nenhum desejo de comer a carne deste Cordeiro Pascal com vocês.”

 

 

A visão de que Jesus não comeu o cordeiro na refeição da Páscoa também é apoiada por sua Santidade o Papa Bento XIV, que afirmou: “Em toda a probabilidade ele (Jesus) celebrou a Páscoa com seus discípulos em conformidade com o calendário de Qumram, então pelo menos um dia antes, ele o celebrou sem cordeiro, como a comunidade de Qumram que não reconhecia o Templo de Herodes e estava à espera do novo templo.”

 

 

O irmão do Mestre Jesus, Tiago o Justo, também é ralatado ter sido vegetariano. De acordo com o historiador da Igreja Hegesippus e o Evangelho de Tomé, Tiago o irmão de Jesus tornou-se o líder da Igreja Primitiva após a morte de Jesus. Hegesipo, citado por Eusébio, escreveu: “O apóstolo, Tiago o irmão do Senhor, apelidado o Justo, foi nomeado o chefe da Igreja em Jerusalém. Na verdade, muitos são chamados de Tiago. Este foi um Santo desde o ventre de sua mãe. Ele não bebia nem vinho nem bebida forte, não comia carne, nunca raspou-se ou se ungiu com óleo ou banho. Somente ele tinha o privilégio de entrar no Santo dos Santos, pois na verdade ele não usava vestimentas de lã mas de linho e ia sozinho para o templo e orava em favor do povo.”

 

 

O estudioso da Bíblia Dr. Robert Eisenman escreveu em seu altamente aclamado livro “Tiago, o irmão de Jesus”: “Por causa da estatura preeminente de Tiago, as fontes para ele revelam-se bastantes abrangentes, mais do que para qualquer outro comparável personagem, mesmo para aqueles familiares a nós como João Batista e Pedro. De fato, fontes extras bíblicas contém mais informações confiáveis sobre Tiago do que sobre Jesus.”

 

O Dr. Robert Eisenman concluiu: “Quem e seja o que Tiago foi, assim foi Jesus.” Quando Dr. Eisenman foi perguntado se ele poderia presumir que Jesus era vegetariano também, ele respondeu: “Quase certamente.”

 

 

Em uma entrevista com a Supreme Master Television, Keith Akers, autora do livro “A Religião Perdida de Jesus”, reafirmou as evidências de que o Senhor Jesus era realmente um vegetariano.

 

 

Fonte: Elite Vegetariana no Supreme Master Television.Ver mais

 

Copiado do grupo “veganismo”

6 Comentários

  1. O importante aqui é termos o embasamento bíblico de onde realmente temos informações de Jesus Cristo, então vamos usar somente a Bíblia, pois alguns personagens da igreja primitiva mencionados acima não fazem parte do Canon Sagrado.

    Mateus 7 : 10
    “E, pedindo-lhe peixe, lhe dará uma serpente?”

    Pra que seria este peixe?

    Mateus 14 : 17
    “Então eles lhe disseram: Não temos aqui senão cinco pães e dois peixes.”

    Pra que seriam estes peixes?

    Marcos 6 : 43
    “E levantaram doze alcofas cheias de pedaços de pão e de peixe.”

    De onde vieram estas sobras de peixes?

    Lucas 11 : 11
    “E qual o pai de entre vós que, se o filho lhe pedir pão, lhe dará uma pedra? Ou, também, se lhe pedir peixe, lhe dará por peixe uma serpente?”

    Para que seria estes peixes?

    Lucas 24 : 42-43
    “Então eles apresentaram-lhe parte de um peixe assado, e um favo de mel; o que ele tomou, e comeu diante deles.”

    O que Jesus fez com os peixes?

    João 21 : 9-14
    “Logo que desceram para terra, viram ali brasas, e um peixe posto em cima, e pão. Disse-lhes Jesus: Trazei dos peixes que agora apanhastes. Simão Pedro subiu e puxou a rede para terra, cheia de cento e cinqüenta e três grandes peixes e, sendo tantos, não se rompeu a rede. Disse-lhes Jesus: Vinde, comei. E nenhum dos discípulos ousava perguntar-lhe: Quem és tu? sabendo que era o Senhor. Chegou, pois, Jesus, e tomou o pão, e deu-lhes e, semelhantemente o peixe. E já era a terceira vez que Jesus se manifestava aos seus discípulos, depois de ter ressuscitado dentre os mortos.”

    Mesmo depois de ressuscitado o que Jesus e seus discípulos fizeram com os peixes? E por que estavam em cima de brasas?

    O que eu realmente defendo é a VERACIDADE da palavra de Deus.

  2. Um personagem que “viveu” na Palestina, convivendo com oferendas/sacrifício de animais, enchendo as redes de peixes-, nunca se sabe que ingeriu algo vegetal, virou, como os democratas do avesso um vegetariano…pts. Será que Nietzsche explica?

    • Bom Ryan, as provas estão por todas partes. De fato a tribo a qual pertenciam seus pais, os Ecênios, eram vegetarianos por um lado. Por outro lado, o nihilismo existia muito antes de nitche chamado “Nirvisesa” na India antiga. Lá jea existiram os debates filosóficos e o nihilismo perdeu para os escolásticos Vaishnavas personalistas. Nitche é relevante para ocidente, para quem acredita no sarcasmo, mas “Oriente não acredita no sarcasmo”.

  3. Arram, então pra que raios ele multiplicou os peixes? eu acredito que Jesus era Pesco-ovo-lacto-vegetariano.

    • Boa Tarde Rodrigo. Eu também concordo que não tinha porque multiplicar peixes, pois em acordo com essa passagem eles estavam numa PRAIA e muitos dos discípulos de Jesus eram pescadores. Isso não faz nenhum sentido. Mas para aclarar um puco sobre esse assunto só precisamos ler com atenção a passagem. Clique aqui para ler nosso artigo que expõe sobre esse ponto em específico, e chamase “A multiplicação dos pães (e não dos peixes!)”.

      Abraço

  4. Se pescar peixes fosse bom, Jesus nao teria tirado Pedro da pescaria.

Responda a Paulo Godinho Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *